blog

  • José Edmar Gomes

RIGO NUNES

Festa boa, num lugar legal

O show do cantor Rigo Nunes foi a 12ª atração musical do Projeto ARTE NA PRAÇA DIGITAL, que foii ao ar na quinta-feira, 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima e do 61º aniversário de Sobradinho. O show pode ser visto permanentemente no canal da ARTISE no YouTube: (https://youtube.com/c/Artise) ou na página artise.org


O cantor - depois de apresentar excelentes performances em vários blocos carnavalescos de Brasília, inclusive no velho e bom Pacotão, onde todo ano apresentava uma marchinha inédita – passou a ser muto requisitado para apresentações em eventos e casas noturnas do DF, até que veio a pandemia...


Mas o ARTE NA PRAÇA que, nos últimos anos, apresentou centenas de eventos na região central de Sobradinho, evoluiu para o formato digital e passou oferecer estes mesmos espetáculos na casa das famílias, através das redes sociais.


Assim, o público não se priva de espetáculos como este que Rigo Nunes apresentou, acompanhado pelo excelente guitarrista Simão Santos, que já tocou com grandes atros da música brasileira.


O requintado repertório de Nunes é composto por pérolas do cancioneiro nacional e internacional, como Muito romântico e Força Estranha, ambas compostas por Caetano Veloso e imortalizadas por Roberto Carlos; Espumas ao vento e A natureza das Coisas, dois momentos brilhantes da caneta criativa do pernambucano Accioly Neto, sempre presente nos papos-cabeça deste Século 21; Onde Deus possa me ouvir, obra-prima deixada pelo mineiro Vander Lee; Abri a porta (Dominguinhos); Brigas, eterno clássico de Evaldo Gouveia e Jair Amorim e Contigo aprendi, outro clássico do mexicano Armando Manzanero, que roda o muno, há muitas décadas.


Rigo Nunes sempre mostrou grande versatilidade em suas apresentações, que ocorrem em sofisticadas boates e nos blocos de carnaval em espaços abertos, que atraem milhares de pessoas. No Pacotão, bloco dos jornalistas de Brasília, ele, além de participar do concurso de marchinhas, é a voz do trio que anima a multidão na contramão da W3.


Fã de Emílio Santiago e Gal Costa, o cantor tem berço musical sólido. Seu pai, o saudoso Domingos Madruga, era um seresteiro, que reunia os amigos no seu bar e nas calçadas da Quadra 14 de Sobradinho, em saborosos saraus da velha-guarda, que entravam pela madrugada.


Rigo confessa que não anda muito satisfeito com a qualidade musical que a mídia vem veiculando. Para ele, os músicos do Brasil e de Brasília produzem obras excelentes, mas este repertório não chega às pessoas, pois as rádios optam por tocar música de baixa qualidade.


Ele, no entanto, louva a existência de iniciativas como o Projeto ARTE NA PRAÇA, agora, em formato digital, “principalmente neste momento de pandemia em que os músicos estão praticamente impedidos de trabalhar”.


O cantor, sempre organizado e contagiante, organizou uma exibição do seu show, num telão de 200 polegadas, para seus amigos, no bar Império Bebidas, em frente à passarela da BR 020, na tarde/noite de 13 de maio de 2021. Mais cedo, o jornalístico da Band, Band Cidade, divulgou o seu show e o aniversário de Sobradinho.

A festa foi muito boa, pois o lugar também é muito legal.


Rigo Nunes no show veiculado pelo canal da Artise, cantando clássicos nacionais e internacionais


O artista se vê no telão do Império das Bebidas, onde assistiu o show com seus amigos

DESTAQUES