blog

  • Jose Edmar Gomes

ARTISE 15 ANOS

Produções de excelência conquistam DF e Brasil

Dorival Gomes Brandão

A Associação Artise de Arte, Cultura e Acessibilidade está completando 15 anos de existência, neste mês de outubro de 2022. A Associação tem sede na Quadra 13 de Sobradinho e começou suas atividades viabilizando apresentações e buscando mercado para os músicos da cidade e seu entorno.


Após produzir eventos musicais que marcaram época na Cidade Serrana - como o Grande Encontro, na Pamonharia Delícias do Milho, no Shopping Colorado e a Segunda Sem Lei, em alguns bares, que reunia os músicos no seu dia de folga - a entidade dinamizou a vida noturna de Sobradinho e, a partir daí, diversificou seu campo de atuação, passando a abranger outras manifestações artísticas que a tornaram reconhecida e respeitada em todo o Distrito Federal e no Brasil.


O grande salto qualitativo da Artise se deu a partir da chegada de especialistas e consultores culturais e administrativos para geri-la e elaborar um plano de negócios que viabilizou a produção de grandes eventos, a partir da capacidade criativa do novo grupo de dirigentes.


Os horizontes da Artise se ampliaram e a entidade alcançou excelência em produtos que passaram a movimentar a economia criativa de Brasília, com a produção de eventos da dimensão da Primeira Feira do Empreendedor da Pessoa com Deficiência, no final de 2018; da Feira da Goiaba de Brazlândia, a partir de 2019; e da Feira do Artesanato e das Flores, realizada anualmente no espaço da Funarte, no Eixo Monumental, entre outras grandes produções.

Estes eventos contaram com produção requintada e, na programação musical, reuniu artistas nacionais do naipe de Os Paralamas do Sucesso, Di Paulo e Paulino, Pedro Paulo & Matheus, as Bandas 14 Bis, Plebe Rude, Os Melhores do Mundo; além de artistas do cast da própria Artise, como Alberto Salgado, Amélia Pinheiro, Dani Machado, André Damatta e Luca Rodrigues.


Tudo isso foi viabilizado a partir do processo de atualização estatutária e da mudança do perfil de execução dos projetos, implementados na gestão do presidente Alex Paz, pelo consultor cultural Dorival Gomes Brandão – o Doriva.

Os dois encabeçam uma diretoria de especialistas que implementou um novo modelo administrativo e um plano de negócios que não existia, além de zelar pela prestação de contas, pelo pagamento de impostos e pelas obrigações sociais, o que permite que a entidade, ano após ano, mantenha o CNPJ saudável e esteja apta a assumir grandes projetos.