blog

  • Jose Edmar Gomes

SOBRADINHO CONTRA FEMINICÍDIO

Feira vai atender mulheres no Dia das Mães

A delegada Jane Klébia vai ministrar palestra sobre violência contra as mulheres na Praça das Artes Teodoro Freire de Sobradinho


A Feira da Arte e Direitos Humanos, que começou em Sobradinho II, no Dia Internacional da Mulher, e continuou em Sobradinho, no domingo 27 de março, prosseguirá no domingo, 8 de maio, Dia das Mães, na Praça das Artes Teodoro Freire, a partir das 15 horas.


A Feira é voltada ao acolhimento das mulheres que sofrem violência doméstica, ou estão sob o risco de feminicídio, e disponibiliza toda uma estrutura para o atendimento de casos que necessitam de atendimento urgente e dá orientação para que as mulheres se livrem de situações perigosas.


No próximo Dia das Mães, quem for à Praça das Artes Teodoro Freire poderá participar de eventos como atendimento à saúde da mulher, assistência social, enfermagem, orientação jurídica às vítimas de violência, assuntos relacionados aos direitos humanos, palestras, oficinas de artesanato, capoeira, dança e DJs, durante à tarde. À noite, o encontro termina com apresentação teatral e shows do cantor Arlon Victor e da Banda Requebrart.

O cantor Arlon Victor fará show em homenagem às mães


A coordenação da Feira da Arte e Direitos Humanos salienta que, no próximo Dia Mães, as mulheres que tiverem problemas jurídicos ou estiverem sofrendo alguma ameaça ou risco de vida, compareçam à Praça para assistirem a palestra da Dra. Jane Klébia, que tem grande experiência na área, a partir de sua vivência como delegada nas delegacias do DF.

Alexandre e Banda Requebrart também farão show em homenagem às mulheres e às mães


A coordenação também recomenda as oficinas de artesanato, dança, Djs e capoeira, que podem gerar renda e trazer benefícios físicos a quem participar delas com assiduidade. Assim como as apresentações artísticas, que são excelentes opções de lazer shows gratuitos e integrativos.


A Feira é produzida pela Associação Artise de Arte, Cultura e Acessibilidade, através de termo de fomento junto com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), e terá mais cinco edições nos próximos meses.

DESTAQUES