top of page

blog

  • Foto do escritorJose Edmar Gomes

ARTE NA PRAÇA VI

Natal na Praça com Música do Sertão

O 15º evento da sexta edição do ARTE NA PRAÇA, neste sábado, 23 de dezembro, será uma noite especial, que dará sequência às comemorações do Natal em Sobradinho, que vêm ocorrendo na Praça das Artes Teodoro Freire.


As comemorações começaram, nesta quinta-feira 21, através do Projeto Natal com Arte, promovido pela Administração Regional, Associação das Mulheres Empreendedoras do DF e Associação ARTISE de Arte Cultura e acessibilidade.


Tudo começou com a chegada do Papai Noel, que encontrou a Praça toda decorada e circundada por grandes tendas, onde tem brincadeiras e oficinas de anjinhos, até o sábado 23, quando ocorrerá também mais uma feira de artesanato do Empodeirarte, até as 19h, quando começam as atrações do ARTE NA PRAÇA.


A parte musical da noite ficará por conta de dois grandes ídolos da música sertaneja de Brasília, que farão os shows das 19 e 21h, intercalados pela apresentação de dança do ventre, da professora e dançarina Karol Thayná que, além de dançar como uma deusa, sempre ostenta um figurino de encher os olhos.


O Projeto ARTE NA PRAÇA, que ocupa a Praça das Artes Teodoro Freire de Sobradinho, nas noites de sábado, é desenvolvido pela Associação Artise de Arte Cultura e Acessibilidade, há seis anos, com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e da Administração Regional de Sobradinho.

 

RHUAN FILIPE

Rhuan Filipe é um cantor sobradinhense que vem se destacando no mundo da música sertaneja, em Brasília. Ele Nasceu em Sobradinho e começou a cantar aqui, na igreja que seus pais frequentavam.

Rhuan, desde criancinha, adorava quando a família se reunia em casa, em ocasiões especiais, e todos cantavam canções gospels.


O cantor, como todo jovem, curtiu sucessos de momento e se identificou com vários artistas que pontuavam na mídia, mas ele tem um gosto musical refinado, direcionado ao blues e ao funk-fusion, certamente por influência do que ouviu nos cultos ou simplesmente por educação auditiva.


O músico, no entanto, afirma que gosta de todo gênero musical e, por razões de adequação vocal, optou profissionalmente pelo sertanejo, espelhado em duplas do padrão de Milionário & Zé Rico, Leandro & Leonardo e Zezé di Camargo & Luciano. 


“Tenho preferência pelas músicas antigas, da década de 90 para trás. Claro que eu canto músicas novas e mantenho meu repertório sempre atualizado, mas minha preferência por músicas de qualidade fica evidente nos meus shows.


Rhuan Filipe ultimamente tem se apresentado em Planaltina, Céu azul, Ceilândia, Samambaia, Santa Maria, em cidades do Tocantins e em Goiânia.


Ele tem vídeos postados no YouTube, que têm encontrado boa receptividade, mas promete novidade para 2024. “Está em produção um EP com seis músicas, no estilo forró romântico”, garante o cantor.

Rhuan Felipe assume o palco da Praça das Artes, às 19h deste sábado, 23 de dezembro e vai executar um repertório de variado e animado, com muito forró, xote, sertanejo universitário e modão.

 

ARLON VICTOR

Ele tem um single bombando nas redes sociais, mantém a agenda de shows sempre lotada e se tornou o queridinho da mídia sertaneja do DF. Este ano já se apresentou duas vezes no Balanço Geral, no AgroRecord, programas da TV Record Brasília; no Eu Sou Mais Eu, do SBT São Paulo; e no De Papo Com Florindo, da Band.


Além do mais, Pro Bar cê me mandou se tornou sua música-referência, pois é a mais pedida do seu repertório e continua bombando nas plataformas digitais e nos seus shows.


Não é à-toa que Arlon Victor sempre pede uma cachacinha, durantes suas apresentações noturnas, para comemorar este sucesso com os amigos e fãs. Sua carreira está em ascensão, mas o sucesso não lhe sobe à cabeça. Ele continua o mesmo garoto simples de sempre. 


O sertanejo anda feliz da vida e acredita que alcançou toda essa visibilidade, devido à emoção com que interpreta suas canções; à qualidade das gravações e ao profissionalismo na produção de seus shows. “Tudo isso leva o público a se identificar com minhas músicas,” diz Arlon. O mesmo ocorre com a receptividade da mídia.


A coisa está tão boa pra ele, que muita gente anda confundindo sua voz com a do mineiro Eduardo Costa. Mas o pernambucano/sobradinhense, apesar de se declarar fã do astro mineiro, não gosta muito da comparação pois, antes de Eduardo Costa estourar, ele (Arlon) já cantava profissionalmente.

“Eu considero o Eduardo Costa um grande artista. Dizem que eu pareço muito com ele. Se o povo fala, o povo tá certo. A voz do povo é a voz de Deus; mas a minha voz é a minha voz e a do Eduardo é do Eduardo,” observa o cantor.


Brincadeiras à parte, Arlon Victor, na verdade, sente-se privilegiado com a comparação e ele próprio vê uma certa semelhança nos timbres vocais.


“Acho que os timbres até se parecem um pouquinho, mas já estão dizendo até que eu pareço fisicamente com ele. Deixa o povo falar, isso tudo é muito bom pra mim,” diverte-se o cantor.


Arlon Victor é pernambucano, de Condado, mas já virou sobradinhense, há muito tempo. Ele é um dos artistas mais requisitados para as noitadas e das cidades do DF. Está sempre presente em Formosa-GO, Gama, Planaltina e Taguatinga, além de balançar Sobradinho e Sobradinho II, com frequência.


Nos últimos dois anos, ele lançou Coração Despedaçado, um dos seus primeiros sucessos autorais. A música teve forte procura nas plataformas digitais e levou o artista aos principais programas de TVs do gênero e firmou sua presença no Entorno do DF.


A história musical de Arlon começou, em Sobradinho, em 1995, depois de deixar o Sertão de Pernambuco. Aqui, ele começou a animar rodas de violas dos amigos e a cantar nos barzinhos.


Logo depois, já se apresentava em locais mais requintados e nas cidades vizinhas.  Aproveitando a expansão da música sertaneja, optou pela dupla com o amigo Henrique, mas a parceria não foi adiante e ele partir para a carreira solo, lançando o álbum Arlon Victor e Convidados, com participação de Pedro Paulo & Matheus, Rick & Rangel, Boca de Sergipe e Alex Junior.


O CD vendeu bem e abriu portas para Arlon Victor em todo o DF. Tempos depois, o sertanejo sobradinhense alcançou novo sucesso com Coração Despedaçado, de autoria de Victor Guedes, que dá nome ao sexto CD de sua carreira.


O artista gravou, também, o DVD Arlon Victor ao Vivo em Sobradinho, produzido por Leandro Rangel. No início deste ano, ele lançou mais uma canção de sucesso: Sufocando a saudade, que também bombou nas redes.


Agora, o sucesso em evidência é Cê me mandou pro bar. “Música que tá fazendo o consumo de bebidas subir nos bares da cidade”, brinca mais uma vez o artista. 


Para este sábado, ele promete ao público que comparecer à Praça das Artes, o melhor show de 2023. “A galera pode esperar um grande espetáculo. Vou dar o melhor de mim, junto com minha equipe. Vai ser lindo, com Deus no comando,” garante o astro sobradinhense.

 

Comments


DESTAQUES

POST RECENTES

ARQUIVO

TAGS

SIGA-NOS

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • YouTube
bottom of page